Sete dicas para ensinar seu filho a economizar dinheiro

O que você acha de escolher uma semana do ano e dedicar o tempo que tiver livre para conversar com seus filhos, exclusivamente, sobre educação financeira? Neste intensivo, com palavras simples e trazendo exemplos do dia a dia deles, aborde assuntos essenciais como crédito, investimento e como lida com seu orçamento. Certamente eles vão se interessar.

Aproveite o bate-papo do cotidiano para dar dicas sobre estes assuntos, quando aparecerem oportunidades, como, por exemplo, ao ver um filme, ao ir ao shopping, ao investir, etc. Converse e esteja aberto às dúvidas para prepará-los sobre como deve ser a relação deles com o dinheiro desde cedo.

Você pode pensar que, por terem crescido em um ambiente com acesso a grande quantidade de informações e recursos tecnológicos, as gerações Y e X (nascidos entre o início da década de 80 até o início do ano 2010), poderiam se destacar das anteriores no controle de suas próprias finanças. O número não é muito animador. Uma pesquisa recente do SPC Brasil mostra que 47% não realiza sequer uma supervisão mínima.

A escola também pode colaborar. Preste atenção onde seus filhos ou netos estudam. Ela trata de educação financeira? Assim como aprender sobre biologia, matemática, português, educar as crianças e adolescentes financeiramente é tão ou mais importante. Nós sabemos disso. Ah como é bom poder investir e ganhar dinheiro com isso.

Economizar dinheiro é um hábito que pode levar tempo para ser construído e, mesmo alguns adultos, ainda não o dominaram. Você gostaria que seu filho ou neto caísse no grupo de aposentados que não tem nenhuma reserva financeira? Claro que não, mas hoje quase 57% estão na corda bamba, segundo pesquisa do SPC Brasil.

Quase 57% dos idosos não possuem nenhum tipo de investimento ou qualquer reserva de dinheiro

Com isso em mente, aqui estão algumas dicas que você pode fazer para colocar seus filhos – e talvez você mesmo – no caminho da economia.

1- Converse sobre desejos versus necessidades

O primeiro passo para ensinar às crianças o valor de economizar é ajudá-las a distinguir entre desejos e necessidades. Explique que as necessidades incluem o básico, como comida, casa e roupas, e os desejos são todos os extras. Use seu orçamento para ilustrar com exemplos essa diferença.

2 – Deixe-os administrar seu próprio dinheiro

Se você puder, dê algum tipo de mesada para seu filho ou neto. A quantia não interessa. Essa é uma forma de estimulá-los a se tornarem poupadores, oferecendo a eles a oportunidade de aprender a usar o dinheiro. Dê espaço para que eles errem, o que significa gastar o que recebeu e não deixar um níquel para o investimento. Use estes reveses para melhorar seu aprendizado. Uma forma de eles saberem, no futuro, o que não fazer com o dinheiro.

3 – Estabeleça metas de economia

Nós precisamos deixar claro o propósito de economia. Encontre um bom motivo para economizar junto com eles e explique. Sem explicações pode parecer inútil. Ajude seus filhos a dividir o valor do objetivo em parcelas. Se ela quiser um vestido novo de R$ 100 motive-a a economizar R$ 10 ou R$ 15 por semana.

4 – Um lugar para economizar

Para crianças mais jovens, pode ser um cofrinho, mas se elas forem um pouco mais velhas, abra uma conta de investimento em uma corretora.  Dessa forma, elas podem ver como suas economias estão aumentando e quanto progresso estão alcançando em relação à meta.

5 – Faça com que eles acompanhem seus gastos

Para onde está indo meu dinheiro? Se você dá alguma mesada para seus filhos, estimule-os a anotar suas compras.

6 – Ofereça incentivos de economia

Recompensas funcionam muito bem conosco. Se estiver com problemas para motivar seus filhos a economizar, recompense-os para cada marco da jornada que for cumprida. Se ele quiser comprar um celular de R$ 500, dê um bônus de R$ 50 ao atingir, por exemplo, a metade do caminho.

7 – Torne-se credor dos seus filhos

Se seu filho ou filha quer comprar algo e está impaciente quanto a economizar, torne-se credor deles. Empreste o dinheiro e exija o pagamento com juros. A lição que você quer ensinar é que economizar pode significar adiar a compra por mais tempo, mas não vai custar mais do que se espera pagar.

Gostou do artigo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

POSTS RECOMENDADOS