Skip to content

Dólar opera em queda após perspectivas inalteradas nas eleições dos EUA.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 23/10/2020

MERCADO DE CÂMBIO

dólar opera em queda nesta sexta-feira (23), após um debate presidencial mais civilizado nos EUA entre o presidente Donald Trump e o seu adversário democrata, o ex-vice-presidente Joe Biden.

Às 9h04, a moeda norte-americana caía 0,28%, vendida a R$ 5,5779. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar fechou em queda de 0,28%, vendida a R$ 5,5936, acumulando queda de 0,88% na parcial da semana. Com o resultado, passou acumular no mês recuo de 0,44%. No ano, ainda tem valorização de 39,50%.

Leia Mais – Fonte G1

Fonte: Tradingview

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado.

1. Biden segura o político Trump no debate final

O debate presidencial final ocorreu sem alterar visivelmente o curso da campanha eleitoral, embora a nação que assistia e o resto do mundo provavelmente tenham ficado gratos que a gritaria feia do primeiro debate não se repetiu.

Entre os momentos-chave da noite, o candidato do Partido Democrata, Joe Biden, reconheceu que faria uma “transição” do petróleo e gás para as energias renováveis ​​- uma declaração da qual alguns democratas se distanciaram após o debate.

2. Europa cambaleia para um mergulho duplo

A economia europeia entrou em uma recessão de mergulho duplo em outubro, de acordo com a última rodada de índices de gerentes de compras (PMI) da IHS Markit.

O PMI preliminar da zona do euro caiu abaixo do nível de 50 que separa o crescimento da contração, caindo para 49,4 de 50,4 em setembro. Isso foi um pouco acima das previsões de consenso para 49,3.

3. Ações devem abrir em alta com base na perspectiva eleitoral inalterada

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em alta após o debate eleitoral ter permitido aos investidores se aterem ao cenário central de um resultado eleitoral bem definido e uma vitória democrata que permite um grande pacote de estímulo no ano que vem.

Às 8h42 (horário de Brasília), os futuros do Dow 30 subiam 106 pontos, ou 0,4%, enquanto os futuros do S&P 500 subiam 0,3% e os futuros do Nasdaq subiam 0,2% 

4. Dor da Huawei começa a aparecer

A pressão do governo Trump sobre a gigante chinesa das telecomunicações Huawei está começando a ficar evidente nos números da empresa.

A Huawei disse que o crescimento de sua receita caiu para 3,7% no ano no terceiro trimestre, queda acentuada de 27% em relação ao ano anterior e de uma taxa média de 21% contra os últimos cinco anos. No entanto, o aperto real na empresa provavelmente não se reflete nesses números, já que a governo apertou as restrições às empresas norte-americanas que vendem para Huawei apenas em setembro. Essa mudança a isolou amplamente de seus fornecedores tradicionais de chips.

5. Putin sustenta o petróleo

O presidente russo, Vladimir Putin, deu a dica mais clara de que pode estar disposto a adiar um aumento programado na produção de petróleo no início do próximo ano.

A especulação de que o bloco Opep+, que inclui a Rússia, poderia adiar um aumento de produção devido à fraca demanda global apoiou os preços intermitentes ao longo da semana, mas enfraqueceu na segunda-feira depois que nem os ministros russos nem sauditas se comprometeram claramente com tal medida.

Leia Mais – Fonte Investing.com

Fontes:
https://g1.globo.com/economia/dolar/

https://br.investing.com/news/economy/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-quintafeira-792780

Siga nossas redes

Veja mais

Exchange

Dólar mantém queda e se aproxima de R$ 5

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 18/06/2021 O dólar opera em queda nesta sexta-feira (18), negociado bem perto do patamar de