Skip to content

Dólar mantém alta e bate R$ 5,45

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 19/08/2021

O dólar opera em alta nesta quinta-feira (19), saltando para R$ 5,45, ainda refletindo a piora da percepção de risco no Brasil.

Às 9h11, a moeda norte-americana subia 0,97%, cotada a R$ 5,4270. Na máxima até o momento, chegou a R$ 5,4555. Veja mais cotações.

Na quarta-feira, o dólar fechou em alta de 1,94%, a R$ 5,3751 –maior patamar desde o início de maio. Com o resultado, passou a acumular alta de 3,17% no mês. No ano, o avanço é de 3,62% ante o real.

Fonte: TradingView

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira

1. Aversão ao risco após ata do Fed

Os mercados de ações globais despencaram, levando commodities industriais com eles, à medida que a perspectiva de uma redução antecipada das compras de ativos pelo Federal Reserve desencadeou uma forte reprecificação do risco em todo o mundo.

índice do dólar, que acompanha o dólar em relação a uma cesta de seis moedas do mercado desenvolvido, subiu para seu maior patamar desde novembro, enquanto os preços do petróleo caíram ao seu nível mais baixo desde maio. A maior carnificina foi reservada para Minério de ferro, que caiu 12% em Singapura quando a China cortou suas metas de produção de aço em um esforço para reduzir as emissões de carbono, o que deve impactar negativamente a cotação das ações da Vale (SA:VALE3) na B3. Outras commodities de metais básicos também tombaram.

CONFIRA: Cotação das principais commodities globais

Os mercados de ações dos EUA devem estender as perdas de quarta-feira quando abrirem às 10h30. Por volta das 08h49, Dow Jones futurosS&P 500 futuros e Nasdaq 100 futuros despencavam respectivamente 0,9%, 0,83% e 0,67%. O EWZ, fundo de índice que mede o desempenho das ações brasileiras em Wall Street, caía 2.73% no pré-mercado.

2. Pedidos iniciais por seguro-desemprego vão mostrar progresso ‘substancial’?

Os nervos do mercado adicionarão um tempero extra ao lançamento dos números dos pedidos iniciais por seguro-desemprego dos EUA às 9h30. Espera-se que as solicitações iniciais tenham caído para uma nova mínima pós-pandemia para 363.000, de 375.000 na semana passada.

Os números são os dados mais recentes do mercado de trabalho, que tem sido a principal causa de preocupação do Fed nos últimos meses – pelo menos até o relatório de emprego de julho, quando o payroll mostraram um criação de quase 1 milhão de postos de trabalho.

ata do Fed, divulgadas na quarta-feira, sugeriram que a maioria dos dirigentes da autoridade monetária avaliava que havia progresso suficiente na restauração do emprego para começar a reduzir a taxa de compra de títulos já este ano.

CONFIRA: Monitor da taxa de juros do Federal Reserve

3. Avanço dos trâmites do 5G no Brasil

O Tribunal de Contas da União (TCU) formou maioria para aprovar as regras do edital para o leilão de 5G. O julgamento não terminou apenas porque o ministro Aroldo Cedraz fez um pedido de vista e a votação foi adiada para a próxima semana.

O texto foi articulado de forma a criar um meio termo na disputa entre EUA e a empresa chinesa Huawei, acusada pelos americanos de espionagem. Desde o governo Trump, os americanos estão pressionando parceiros internacionais, incluindo o Brasil, a banirem a Huawei para garantirem a segurança das informações.

O discurso anti-China e alinhado ao de Trump por parte do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) colocava em risco a participação da empresa chinesa na licitação pelo 5G no Brasil. Porém, a decisão do TCU permite que a Huawei entre no certame, ainda que preveja uma rede separada para o governo brasileiro, a qual a companhia de tecnologia asiática não poderia administrar.

CONFIRA: Cotação das ações brasileiras

4. Estudo comprova eficácia de 3ª dose

Um importante estudo do Reino Unido mostrou que a eficácia das vacinas Covid-19 em interromper a doença desaparece mais rapidamente do que se pensava, fortalecendo o argumento científico para as vacinas de reforço planejadas pelos governos dos EUA e do Reino Unido.

O estudo, liderado pela Universidade de Oxford, descobriu que a eficácia da vacina Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34)/ BioNTech (NASDAQ:BNTX) (SA:B1NT34) caiu pela metade em quatro meses após a segunda injeção ter sido efetuada. A proteção da vacina AstraZeneca (NASDAQ:AZN) (SA:A1ZN34) degradou-se a uma taxa ligeiramente mais lenta.

A Organização Mundial da Saúde continua veementemente contra aos planos da dose de reforço, dizendo que é mais importante levar vacinas para partes do mundo onde as taxas de vacinação inicial ainda são baixas.

5. Gigantes do setor automotivo enfrentam mais interrupções no chip

O impacto da última onda da pandemia ficou evidente em um relatório que dizia que a Toyota (NYSE:TM) (SA:TMCO34) será forçada a cortar sua produção para 40% abaixo dos níveis planejados em setembro. A Toyota tem extensas operações na Tailândia, onde a disseminação do vírus explodiu nos últimos dois meses, forçando muitas fábricas a suspender a produção.

De acordo com uma reportagem da Nikkei, o maior grupo automotivo do mundo também está lutando contra a escassez de chips, uma surpresa negativa, visto que a empresa – há muito considerada a melhor gestora da cadeia de suprimentos do setor – escapou em grande parte dos problemas da disponibilidade do chip no primeiro semestre.

Enquanto isso, na Europa, a Volkswagen (DE:VOWG_p) também esperava que a disponibilidade do chip permanecesse volátil nos próximos meses. As ações da Toyota caíram mais de 4% no comércio local, enquanto as ações preferenciais da VW caíam 1,9%.

O outro lado da escassez de chips também ficou evidente nos resultados da Nvidia (NASDAQ:NVDA) (SA:NVDC34), divulgados na noite de quarta-feira. A empresa disse que espera aumentar os preços de seus chips de jogos em particular, graças ao rápido crescimento dos jogos online.

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-quintafeira-907163
https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/08/19/dolar.ghtml

Siga nossas redes

Veja mais

Exchange

Dólar sobe forte e opera acima de R$ 5,30

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 20/09/2021 O dólar opera em forte alta nesta segunda-feira (20), na entrada em