Skip to content

Dólar fecha em alta e acumula ganho na semana

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 20/12/2021

dólar fechou em alta nesta sexta-feira (17), com investidores de todo o mundo reduzindo exposição a risco em meio a temores sobre a variante Ômicron do coronavírus e após uma série de reuniões de grandes bancos centrais.

A moeda norte-americana subiu 0,09%, cotada a R$ 5,6839. Veja mais cotações.

No acumulado da semana, o dólar teve alta de 1,24%. Já na parcial do mês tem avanço de 0,83%. No ano, o salto é de 9,58% frente ao real.


Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta segunda-feira

1. Ômicron sacode os mercados mundiais

O medo da variante Ômicron da Covid-19 abalou os mercados mundiais depois que vários países da Europa adotaram medidas restritivas para impedir sua disseminação.

Euro Stoxx 50 caiu 1,5%, enquanto os mercados de ações europeus nacionais caíram até 4,9% (Copenhague sofreu uma queda de 10% nas ações da Novo Nordisk (NYSE:NVO) devido a problemas com seu medicamento anti-obesidade). O euro subiu em relação ao dólar, mas os spreads dos títulos periféricos da zona do euro aumentaram.

No fim de semana, a Holanda impôs um bloqueio total de todas as lojas não essenciais até 14 de janeiro, enquanto o Reino Unido sugeriu a introdução de medidas mais rígidas esta semana. A Alemanha barrou efetivamente as chegadas do Reino Unido, seguindo medidas semelhantes da França na semana passada.

Em uma notícia um pouco melhor, um estudo realizado por cientistas do Reino Unido acrescentou evidências de que as próprias mutações que tornam o Ômicron mais transmissível também podem reduzir sua capacidade de causar danos aos pulmões, tornando-o menos perigoso do que as variantes anteriores.

2. Novos aliados

O ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (sem partido), participaram de um jantar organizado pelo grupo advogados Prerrogativas, o que aumentou as especulações de uma possível aliança entre os dois políticos para concorrer às eleições presidenciais em 2022.

Antigos adversários, Alckmin disse que “é hora de grandeza política” e que “o tamanho do desafio que temos pela frente faz de cada um de nós um aliado de primeira hora”.

Segundo a pesquisa DataFolha, 16% dos entrevistados consideram que uma chapa com Alckmin aumentaria a possibilidade de voto no ex-presidente Lula, enquanto 11% afirmam que diminuiria a intenção de voto no petista.

Sobre o noticiário econômico, hoje, 20, a bolsa brasileira começa a negociar contratos futuros referentes ao índice europeu STOXX 50 e ao alemão DAX.

3. Mercado de ações americanas

As ações dos EUA devem abrir a semana em forte queda mais tarde. Às 09h03, os futuros da Dow Jones recuavam 1,08%, enquanto os da Nasdaq 100 e da S&P 500 caíam 1,39% e 1,18%, respectivamente.

A média de 7 dias para novas infecções por Covid-19 atingiu seu ponto mais alto em quase três meses no fim de semana, em meio a sinais de Ômicron está agravando uma propagação sazonal que já havia começado. Isso está começando a aparecer em vários dados, como reservas em restaurantes.

As ações que provavelmente estarão em foco incluem Moderna (NASDAQ:MRNA), que disse que os dados do ensaio mostram que uma injeção de reforço de sua vacina Covid-19 aumenta drasticamente sua eficácia contra Ômicron, bem como o grupo de moda italiano Zegna, que faz sua estreia na NYSE.

4. O banco central da China envia um sinal

O banco central da China cortou sua taxa básica de juros em uma quantia simbólica, em um esforço para assegurar aos mercados locais que não será sugado por uma corrida global para apertar a política monetária.

O Banco Popular da China cortou sua taxa básica de juros em 5 pontos básicos, para 3,80%, a primeira vez em quase dois anos. No entanto, um corte tão pequeno – para um dos muitos instrumento usados para ajustar a política monetária – é improvável que tenha um impacto material por si só.

A mudança ainda será bem-vinda por um setor imobiliário para o qual as condições de financiamento se estreitaram fortemente nas últimas semanas, uma vez que os mercados de capitais se fecharam para novas emissões de dívida de todos, exceto os incorporadores mais seguros. Kaisa, uma das várias incorporadoras agora inadimplentes, indicou anteriormente Houlihan Lookey para assessorá-la em uma reestruturação de dívida.

5. Petróleo cai apesar do fechamento da Líbia, dados CFTC

Os futuros do petróleo despencaram quando a iniciativa da Europa de restringir a mobilidade gerou temores de medidas mais amplas para eliminar a demanda de outros países. O principal risco a esse respeito vem da política de tolerância zero da Covid-19 da China e sua prontidão para impor bloqueios rapidamente em resposta até mesmo a surtos pequenos e localizados.

Às 09h07, os futuros de petróleo nos EUA caíam 3,36%, a US$ 68,48 o barril, enquanto os do Brent recuavam 2,68%, a US$ 71,55.

Isso tudo apesar das notícias de que o maior campo de petróleo da Líbia fechou, deixando de produzir 284.000 barris por dia apenas uma semana antes das eleições nacionais marcadas no país. Além disso, os dados da CFTC na sexta-feira mostraram que o ritmo de vendas por investidores especulativos desacelerou substancialmente na semana passada.

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-segundafeira-955623
https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/12/17/dolar.ghtml

Siga nossas redes

Veja mais