Skip to content

Dólar abre em queda nesta quinta, com bom humor dos mercados externos

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 23/12/2021

O dólar abriu em queda nesta quinta-feira (23), em meio a um dia benigno nos mercados financeiros externos, que eram beneficiados pelo famoso rali de Natal.

Às 10h22, a moeda norte-americana recuava 0,06%, cotada a R$ 5,6633.Veja mais cotações.


Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira

1. Dados econômicos brasileiros

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre) teve uma alta de 0,6 p.p. em dezembro. Assim, o indicador termina o ano com 75,5 pontos, 2,6 pontos abaixo do fim de 2021 e mais de 12 pontos menor que os 87,8 pontos de fevereiro de 2020, antes da pandemia começar.

“O cenário que vemos não é o melhor para [daqui a] seis meses. O desemprego segue elevado, a inflação alta e com perspectiva de aceleração no primeiro trimestre e as famílias endividadas. É um cenário que é preocupante porque não se resolve facilmente”, disse a coordenadora de Sondagens do FGV Ibre, Viviane Seda Bittencourt, ao jornal Valor Econômico.

Para a especialista, a melhora no ICC de dezembro é puxada pela camada social mais elevada, que costuma ver uma recuperação mais rápida do mercado de trabalho. Ainda assim, existe bastante cautela entre os consumidores.

Hoje, 23, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ser divulgado pelo IBGE. A previsão é que a inflação desacelere para +0,8% ante os +1,17% de novembro e que no anual fique em 10,45%.

2. Pedidos de seguro-desemprego nos EUA

Os últimos dados econômicos dos EUA importantes antes da temporada de férias chegam às 10h30, com a publicação dos pedidos de auxílio-desemprego da semana passada, e dados de novembro para renda e gastos pessoais, bem como o índice de preços para gastos pessoais de consumo. Os analistas também estão à procura de uma desaceleração nos gastos, em meio a suspeitas de que o aumento dos preços e o esgotamento da poupança estão cobrando seu preço.

Os preços do núcleo do PCE  devem ter continuado subindo a uma sólida taxa de 0,4% no mês, como em outubro.

Espera-se que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego tenham permanecido em torno do nível da semana passada de 206.000, um nível historicamente baixo que indica um grande acúmulo de mão de obra por parte dos empregadores que estão lutando para encontrar funcionários. 

3. Cidade chinesa trava para impedir a Ômicron

A China confinou os 13 milhões de habitantes de Xi’an na província centro-oeste de Shaanxi, tentando impedir um surto local de Covid-19. O bloqueio, relatado como o mais severo desde aquele imposto a Wuhan no início da pandemia, é uma reação caracteristicamente extrema de um dos poucos países no mundo que ainda tem uma abordagem de tolerância zero para o Coronavírus, no momento quando o vírus está se tornando endêmico em muitas outras partes do mundo.

O surto ocorre apenas algumas semanas antes dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, um evento do qual visitantes estrangeiros já foram proibidos. Os Jogos Olímpicos de Verão em Tóquio levaram a um aumento nos casos de Covid-19 no Japão no início deste ano, à medida que as atividades de vários atletas e outros associados aos jogos aceleraram a disseminação da variante Delta então dominante.

As notícias em outras partes do front da Covid-19 eram consideravelmente melhores. Dados recentes da Dinamarca, Reino Unido e África do Sul acrescentaram evidências para apoiar a visão de que a nova cepa Ômicron tem menos probabilidade de causar doenças graves. AstraZeneca (LON:AZN) (NASDAQ:AZN) juntou-se à Pfizer (NYSE:PFE) e Moderna (NASDAQ:MRNA) na produção de resultados de teste para mostrar que uma dose de reforço das suas vacinas restaurou em grande parte a resposta imunológica de uma pessoa ao vírus. No entanto, outros dados de testes mostraram que a vacina Sinovac (NASDAQ:SVA), a base do programa de imunização da China, não teve o mesmo efeito.

As ações relacionadas a viagens e turismo se recuperaram acentuadamente com as notícias na Europa, embora a companhia aérea de descontos Ryanair (NASDAQ:RYAAY) tenha sido forçada a prever uma perda líquida mais ampla devido às recentes proibições europeias de chegadas de turistas do Reino Unido.

4. Mercado americano de ações

Os mercados de ações dos EUA devem subir na abertura com as notícias mais positivas da pandemia, enquanto se aguarda a divulgação dos dados mencionados acima.

Às 09h12, os futuros da S&P 500 subiam 0,34%, enquanto os da Nasdaq 100 e da Dow Jones avançavam 0,25% e 0,35%, respectivamente.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a Tesla, que saltou mais de 7% na quarta-feira depois que o CEO Elon Musk tweetou que estava quase terminando de vender ações para pagar seus impostos. Os registros sugerem que ele vendeu cerca de US $ 15 bilhões, em comparação com a estimativa do próprio Musk de US $ 11 bilhões em obrigações fiscais este ano. Também em foco estará a Tencent, após anunciar planos de distribuir toda a sua participação na gigante do comércio eletrônico JD (NASDAQ:JD). Para os acionistas, um movimento visto como uma resposta à pressão dos reguladores antitruste chineses no início deste ano.

5. Preços do petróleo mais firmes após dados de inventário dos EUA

Os preços do petróleo bruto foram elevados durante a noite pela melhora geral no apetite ao risco, com as notícias da Ômicron restaurando um pouco a confiança na demanda por viagens aéreas no próximo ano.

Também ajudou o relatório semanal do governo dos EUA sobre os estoques de petróleo na quarta-feira, que mostrou uma queda ainda maior nos estoques de petróleo bruto do que o American Petroleum Institute havia feito.

Por 09h15, os futuros do petróleo dos EUA subiram 0,16% a US$ 72,88 o barril, enquanto os de Brent subiram 0,20% a US$ 75,43 o barril

https://br.investing.com/news/stock-market-news/fique-por-dentro-das-5-principais-noticias-do-mercado-desta-quintafeira-956996
https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/12/23/dolar.ghtml

Siga nossas redes

Veja mais