Skip to content

DÓLAR ABRE COM FORTE QUEDA NESTA QUINTA-FEIRA

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

CÂMBIO NEWS – RESUMO DIÁRIO DE NOTICIAS SOBRE O MERCADO DE CÂMBIO – 09/07/2020

Por: Marcelo Coutinho

MERCADO DE CÂMBIO

Dólar abre a quinta-feira com forte queda dando segmento ao movimento de ontem.

Na quarta-feira, o dólar fechou em queda de 0,63%, a R$ 5,3495. Na parcial do mês, o dólar acumula baixa de 1,66%. No ano, porém, tem alta de 33,41%

O dia foi de alta nas bolsas da China, com os mercados de ações do país engatando a maior série de altas em dois anos, apesar da crescente tensão sobre Hong Kong e da incerteza econômica causada pelo Covid-19. Leia Mais

O dólar seguia mostrando instabilidade ante o real nesta quinta-feira, com investidores ainda atentos a menor volume de negócios e a fluxos pontuais que deixavam o mercado mais suscetível a amplas oscilações.

O vaivém dos preços tem dado o tom nos vários últimos pregões e chamado atenção do mercado e do BC – Leia Mais

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira, 9/7Leia Mais

1. Pedidos de seguro-desemprego nos EUA

Os EUA divulgarão a atualização dos pedidos iniciais e contínuos de seguro-desemprego às 9h30 (horário de Brasília) para um mercado cada vez mais preocupado com o risco de uma nova desaceleração devido à pandemia.

2. Iuan se recupera à medida que os temores de deflação diminuem

O iuan chinês ultrapassou o nível 7 em relação ao dólar, enquanto a alta nas ações da China continuava inabalável.

3. Ações devem abrir mistas; Walgreens e companhias aéreas em foco

As ações dos EUA devem abrir mistas com foco nos números de pedidos de seguro-desemprego.

Às 8h32 (horário de Brasília), o contrato futuro de Dow caía 39 pontos, ou 0,1%, enquanto o contrato futuro de S&P 500 subia 0,02% e o contrato futuro de Nasdaq 100 subia 0,5%.

4. Biden deve falar, Trump aguarda decisão da Suprema Corte sobre declarações fiscais

O candidato presidencial do Partido Democrata Joe Biden fará um discurso descrevendo algumas de suas principais prioridades econômicas.

Segundo vários relatos, Biden defende as políticas de “compra americana”, especialmente no que diz respeito a compras governamentais, ao mesmo tempo em que sinaliza uma expansão da cobertura de saúde. Houve poucos detalhes sobre seus planos para impostos, que foram uma grande preocupação para os investidores no passado.

5. Metais básicos brilham à medida que o ouro se consolida

Os metais continuam registrando novas máximas com um conjunto de fatores, de medos de degradação cambial pelos bancos centrais a fechamentos de minas forçados pela pandemia.

Fontes: Fonte: G1Investing.com

Siga nossas redes

Veja mais